quinta-feira, 22 de março de 2012

Sopa creme de batata, mandioquinha e shitake


Você vai precisar de:
1 batata grande
1 mandioquinha
2 colheres de sopa de PTS miúda
2/3 shitakes desidratados (usei um grande e um pequeno e foi suficiente)
2 dentes de alho
Água
Azeite
Sal a gosto
Temperos a gosto (usei: zathar, pimenta do reino e Aji-no-moto somente)

Como proceder:
Descasque a mandioquinha e corte em pedaços desiguais, mas não muito grandes. Faça o mesmo com a batata (não é preciso descascar [mas lembre-se de lavar muito bem a casca, hein?]).
Cozinhe ambas em mais ou menos 1 litro de água com um pouco de sal. Quando estiverem bem macias, desligue o fogo e adicione os shitakes e a PTS para que hidratem. Tampe a panela e deixe arrefecer dessa forma.
Enquanto esfria, em outra panela doure bem o alho amassado em um pouco de azeite. Reserve.
Bata a batata, a madioquinha, o shitake e a água no liquidificador. Não bata muito, deixe sobrarem alguns pedacinhos bem pequenos dos cogumelos. De início, a sopa fica com uma cor acinzentada bem estranha, mas depois ela adquire cor de molho funghi.
Despeje essa mistura na panela com o alho dourado, ferva por 5-10 minutos*, acrescente os temperos, acerte o sal e sirva bem quente.

*Evite cozinhar demais preparações com shitake, pois ele acaba perdendo todo seu sabor peculiar.

Um comentário:

  1. Priscila,
    É uma combinação de ingredientes muito agradável, nutritiva, saudável e saborosa.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir