terça-feira, 5 de março de 2013

Como dar sabor a sopas sem recorrer a caldos prontos

Eis uma batalha que muitas pessoas enfrentam diariamente no preparo de qualquer comida saudável: dar sabor sem recorrer aos famosos tabletes e sachês de caldo concentrado (e artificial). Uma vez que você descobre o quanto aquilo é pura gordura¹ e aromatizantes - com um pouco de boi liofilizado -, você nunca mais consegue usar na comida. Pelo menos foi o que aconteceu comigo.
Eu comprei há alguns meses o livro Panelinha - Receitas que funcionam, da Rita Lobo, e lá explica de forma bem didática como preparar caldos caseiros (de legumes, de galinha e de músculo). Essa é a dica número 1 pra substituir os caldos artificiais, mas não se engane! Existem outras possibilidades. Listo aqui 5, da mais comum para a mais peculiar.


1) Caldos caseiros: basicamente coloque vegetais, carnes, especiarias, ervas e cogumelos (se tiver/gostar) pra ferver por um tempão, coe e guarde o líquido para usar nas sopas. Como eles rendem grandes quantidades (tipo 1, 2 litros, dependendo do volume de água inicial), eles servem como BASE para a sopa. Você não precisa colocar mais água na sua sopa, coloque o caldo direto! Dica de caldo de legumes caseiro: aqui.

2) Temperos secos: quando se fala em sopas, basicamente você pensa naquele montão de água com coisinhas boiando. Talvez essa ideia venha daquelas sopas em pó que sempre ficam boas, não importa qual o sabor (ahh, senhor caldo artificial!), então podemos usar a mesma ideia. As sopas em pó usam vegetais e ervas liofilizadas na composição, que, quando fervidas/cozidas na água, reidratam, ganhando volume e ficando quaaase parecidas com as originais, frescas e tenras. Então, usando temperos desidratados como orégano, salsa, manjericão, cebola, alho, curry, etc, você está adicionando um tipo de vegetal liofilizado mais saudável, que ajuda a dar sabor na sua sopa, sem interferir no sabor "principal" dela.

3) PTS saborizada: é algo que eu uso muito em sopas, principalmente porque não tenho o hábito de colocar carne, como a maioria das pessoas. Eu compro com frequência variedades de proteína de soja que já vem com sabor, e eu acho que na sopa é o melhor lugar pra elas ficarem. A PTS vai reidratar na água da sopa, e, na mesma proposta dos vegetais liofilizados, vai liberar sabor e ficar suculenta. Eu uso mais a de bacon e a de galinha, mas tem outros sabores, inclusive alguns 100% vegans, que são com alho, cebola, e outros temperos. Não dá pra garantir que essas PTS não tenham o caldo artificial, mas pelo menos, se contiverem, ele estará em quantidade muito menor e você ainda ganha os nutrientes da soja (além de mais volume sólido na sopa).

4) Cogumelos secos: mesma proposta dos temperos secos, mas ainda com a vantagem de adicionar volume. Se por acaso você não quiser o volume, os pedaços dos cogumelos, você pode adicionar um pedaço grande, deixar cozinhar, e quando a sopa estiver pronta, retirá-lo. Os meus cogumelos favoritos para saborizar sopas são o shitake e o funghi, até por que são os mais comuns de se encontrar secos, e tem sabor bem marcante. Por que os cogumelos secos? Bom, na minha humilde concepção, eles "concentram" mais o aroma do que os frescos, por um motivo óbvio: toda a água deles foi retirada. Você pode ainda usar os frescos, sem problemas, mas acredito que eles devem ir em grande quantidade para dar sabor, enquanto 1 ou 2 unidades (no caso do shitake) ou pedaços (no caso do funghi) já são suficientes para uma sopa de 3 ou 4 porções.
Quanto aos cogumelos em conserva, eu não recomendo o uso, a não ser que tenha um propósito específico*: a conserva costuma tirar o sabor original dos cogumelos, e quando cozidos, eles ficam mais sem gosto ainda.

5) Molhos: sim, aqueles que vem em vidrinhos de pimenta, sabe? Pode ser o próprio, de pimenta. Pode ser de alho. Pode ser "vinagrete". Pode ser de tomate seco, de pequi, de mostarda, de ervas. Esses molhos costumam levar ingredientes naturais (quando são aqueles artesanais/caseiros, não aqueles de marcas conhecidas, que levam muitos conservantes e espessantes, etc) e ter sabores bem encorpados, servindo muito bem para nossa proposta "mais sabor, menos químicos". Apenas tome cuidado com os molhos que levam muito vinagre na composição, pois, se usados em grande quantidade (uso uma média de 1 a 3 colheres de sopa), podem deixar a sopa parecendo um vinagrete!

E se você usar tudo isso junto... Êta coisa boa! Não vai precisar nem de legumes e verduras!

* Foi pensando na lendária sopa de "três cogumelos" que disse isso. Essa sopa, que tomei uma única vez num rodízio de sopas na Mooca, nunca mais saiu da minha cabeça. E, ironicamente, ela levava cogumelos de três formas diferentes: seco (funghi), fresco (shimeji) e em conserva (champignon). Foi a melhor sopa que eu já tomei na vida, e olha, eu já tomei MUITA sopa nessa vida!

¹ Se você não acredita, veja aqui.

4 comentários:

  1. Oi Priscila,
    Muito bom post, gostei muito das dicas e ideias para minimizar o uso de cubos ou caldos artificiais.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante a idéia da PTS, mas ela não fica ruim depois??? Porque eu sempre vi (e sempre fiz assim) que a PTS tem que ser hidratada e depois vc tem que espremer pra tirar toda a água, senão ela fica com aquela consistência estranha de gelatina dura, sei lá o.o

    ResponderExcluir
  3. Eu não vejo nada de estranho na PTS depois, mas talvez seja pq já acostumei... Mas realmente, não acho que fique com consistência estranha, fica com a consistência normal de PTS hidratada, só que mais molhada, rs

    ResponderExcluir
  4. amei as dicas! vou experimentar! sou muuuuuito dependente de caldos prontos! acho que sem eles a comida não fica tão saborosa!

    ResponderExcluir