segunda-feira, 24 de junho de 2013

"Massa" de pizza de frigideira low-carb

Mais um resultado de improviso, mas dessa vez deu bem certo. A massa pode ficar pesada ou leve, depende do quão fina você a deixar na hora de espalhar na frigideira.
As medidas são aproximadas. Se você observar que seguindo-as a risca não está dando certo, vá adaptando até ficar com ponto de massa que dá pra moldar bolinhas, mas não é "sovável" como uma massa comum.

A minha pizza foi de queijo com tomate, berinjela grelhada, cebola e catupiry!

Você vai precisar de:
1/2 xícara (chá) de castanhas de caju torradas
1/2 xícara (chá) de macadâmias
1/2 xícara (chá) de coco ralado sem açúcar
1 ovo
Sal a gosto

Como proceder:
Processe ou passe as castanhas e o coco no liquidificador, fazendo uma farofa. Tente evitar pedacinhos.
Leve a farofa a um bowl e acrescente o ovo ligeiramente batido, mexendo bem até obter uma massa homogênea e bem úmida.
Para "assar", você pode usar uma frigideira especial pra omeletes ou arriscar virar a massa na raça mesmo.
Unte uma frigideira antiaderente com margarina, espalhe a massa da forma que preferir (usando os dedos ela fica mais fina; já se você usar a colher ou garfo, ela tende a ficar mais irregular e grossa) e leve ao fogo bem baixo, até começar a dourar as bordas.
Com uma espátula, verifique pelas bordas se a massa está solta na frigideira (se não estiver, das duas uma: ou você não untou direito ou ainda não está "no ponto"), então vire a massa e frite o outro lado. Antes de chegar ao ponto de desligar o fogo, acrescente o recheio da pizza*, abafe com uma tampa e só então desligue o fogo.
Sirva quente, e, se esfriar, volte a massa na frigideira novamente. Ela perde a crocância bem rápido.

* Evite usar recheios muito úmidos como molho de tomate e requeijão, ou, se você fizer questão deles, coloque-os por cima do recheio principal, e não por baixo. Se você deixar o molho em contato com a massa, ela vai ficar mole e parecendo encruada na área do contato.

Obs.: você pode substituir as oleaginosas de acordo com o seu gosto. Eu usei macadâmias pois nem sou muito fã do gosto delas (que é de nada), e por sinal a massa acabou ficando sem gosto de nada. Eu acho que usaria 1 xícara inteira de castanhas de caju que ficaria melhor, mas vai do gosto de cada um. Você ainda pode adicionar coisas legais como sementes de abóbora, de girassol ou gergelim.

Rende: uma porção (pra uma pessoa muito faminta; não consegui comer nem metade!)

Um comentário:

  1. Oi Priscila,
    Sem dúvida uma sugestão muito saborosa, com baixos carboidratos, fiz uma versão com couve flor que é mais leve.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir