quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Histórias de Improviso: Tahine caseiro


Tudo começou porque eu queria fazer homus. Tinha grão de bico cozido, tinha alho, tinha azeite, mas não tinha tahine. Óbvio, nunca comi tahine. Nem sei que gosto tem (ainda).
Tinha 100g de gergelim integral cru, então resolvi tentar. Mas assim como outras histórias de improviso, essa chegou a ser quase triste. Só que com final feliz.
Comecei lavando o gergelim. Essa etapa é desnecessária, mas eu tenho mania de limpeza. Como o gergelim ficou bem molhado (dã), eu "sequei" ele numa frigideira antiaderente, e aproveitei pra dar uma torrada nele. Eu, particularmente prefiro o gergelim torrado.
Depois de torrar, levei pro processador. Tentei processar, em vão, os grãos, que tinham casca e ficaram intactos. Daí começou a batalha pra fazer volume e ajudar o processador. Adicionei algumas rodelas de batata cozida (imaginei que era a coisa com sabor menos marcante que tinha à disposição), azeite de oliva e... nada. Continuava inteirinho, havia gergelim por todo lado, grudado em todas as partes do processador, instaurava-se o caos. Daí foi a hora da verdade: adicionei um pouco de água. Aí sim, o gergelim cedeu, e começou a processar mesmo. Processei por vários minutos, mas o gergelim ficava grudando nas laterais do processador e não desmanchava. Fui adicionando mais água, mas não muita, até que a coisa virasse realmente uma pasta.
Processei até o motor do processador esquentar e eu começar a ficar preocupada. Dava pra ver alguns muitos gergelins inteiros ainda, mas parei de bater mesmo assim. Decidi que deixaria minha marca na história da gastronomia leiga e fazer um tahine com pedacinhos de gergelim. Coloquei um pouco de sal, e ta-dá!
Pronto. Guardei em um potinho com tampa na geladeira. O sabor ficou legal, meio amarguinho, com um toque de oliva. Não sei se esse é o gosto do tahine normal. Mas é bom.
O que sobrou do "tahine caseiro" no processador, eu aproveitei pra juntar com o grão de bico que eu processei pra fazer o homus... mas aí já é outra história!

(algumas fotos da tragédia em breve!)

Um comentário: